BRASIL, Sudeste, BAURU, Homem, English, Portuguese, Cinema e vídeo, Informática e Internet, Vídeo Games
Idade:41 anos
Profissao:Artesão/Costureiro
Hobby:Jogar vídeo game

Sou apaixonado pela vida,
e independente de ser ou não
soro positivo desde 95,
eu me considero uma pessoa feliz!
 

   

    DIÁRIO POZ
  TUDO NA VIDA VIRA HISTÓRIA por NANI
  BLOG DA CALABRESA
  Portal informativo sobre AIDS e DSTs
  JANELAS ABERTAS
  Revista SABER VIVER (online)
  SOCIEDADE VIVA CAZUZA
  Verdes Verdades...


 

    01/02/2016 a 29/02/2016
  01/05/2015 a 31/05/2015
  01/09/2014 a 30/09/2014
  01/04/2014 a 30/04/2014
  01/02/2014 a 28/02/2014
  01/01/2014 a 31/01/2014
  01/10/2013 a 31/10/2013
  01/09/2013 a 30/09/2013
  01/05/2013 a 31/05/2013
  01/04/2013 a 30/04/2013
  01/02/2013 a 28/02/2013
  01/11/2012 a 30/11/2012
  01/08/2012 a 31/08/2012
  01/07/2012 a 31/07/2012
  01/06/2012 a 30/06/2012
  01/05/2012 a 31/05/2012
  01/04/2012 a 30/04/2012
  01/03/2012 a 31/03/2012
  01/01/2012 a 31/01/2012
  01/12/2011 a 31/12/2011
  01/11/2011 a 30/11/2011
  01/09/2011 a 30/09/2011
  01/08/2011 a 31/08/2011
  01/07/2011 a 31/07/2011
  01/06/2011 a 30/06/2011
  01/05/2011 a 31/05/2011
  01/03/2011 a 31/03/2011
  01/01/2011 a 31/01/2011
  01/12/2010 a 31/12/2010
  01/11/2010 a 30/11/2010
  01/10/2010 a 31/10/2010
  01/09/2010 a 30/09/2010
  01/08/2010 a 31/08/2010
  01/07/2010 a 31/07/2010
  01/06/2010 a 30/06/2010
  01/05/2010 a 31/05/2010
  01/04/2010 a 30/04/2010
  01/03/2010 a 31/03/2010
  01/01/2010 a 31/01/2010
  01/12/2009 a 31/12/2009
  01/11/2009 a 30/11/2009
  01/10/2009 a 31/10/2009
  01/09/2009 a 30/09/2009
  01/08/2009 a 31/08/2009
  01/07/2009 a 31/07/2009
  01/06/2009 a 30/06/2009
  01/05/2009 a 31/05/2009
  01/04/2009 a 30/04/2009
  01/03/2009 a 31/03/2009
  01/02/2009 a 28/02/2009
  01/01/2009 a 31/01/2009
  01/12/2008 a 31/12/2008
  01/11/2008 a 30/11/2008
  01/10/2008 a 31/10/2008
  01/09/2008 a 30/09/2008
  01/08/2008 a 31/08/2008
  01/07/2008 a 31/07/2008
  01/06/2008 a 30/06/2008
  01/05/2008 a 31/05/2008
  01/04/2008 a 30/04/2008
  01/03/2008 a 31/03/2008
  01/02/2008 a 29/02/2008
  01/01/2008 a 31/01/2008
  01/12/2007 a 31/12/2007
  01/11/2007 a 30/11/2007
  01/10/2007 a 31/10/2007
  01/09/2007 a 30/09/2007
  01/08/2007 a 31/08/2007
  01/07/2007 a 31/07/2007
  01/06/2007 a 30/06/2007
  01/05/2007 a 31/05/2007
  01/04/2007 a 30/04/2007
  01/03/2007 a 31/03/2007
  01/02/2007 a 28/02/2007
  01/01/2007 a 31/01/2007
  01/12/2006 a 31/12/2006
  01/11/2006 a 30/11/2006
  01/10/2006 a 31/10/2006
  01/09/2006 a 30/09/2006
  01/08/2006 a 31/08/2006


 

   

   
Renato Pescador de Ilusões

Criar seu atalho

 

 
 
EU e o HIV:Vivendo um Dia Após o Outro...



 

E DEZESSEIS ANOS SE PASSARAM...

 

 

O HIV se tornou tão secundário em minha vida que acabou esgotando minha inspiração para escrever sobre ele.

Sei que ele ainda está ali, escondidinho, em algum canto do meu corpo, talvez com medo de ser massacrado pela medicação diária que eu tomo.

No decorrer desses dezesseis anos de convivência com o vírus pude saborear a vida de uma outra forma, as vezes amarga como o sabor de um remédio descendo pela garganta as seis da manhã, mas outras vezes doce como a conquista de um exame de carga viral/CD4 bem sucedidos. Fora a alegria de ter encontrado muitas pessoas para compartilhar tudo isso, tanto aqui pelo blog como pelas redes sociais.

Observando e analisando todos esses anos, pude também perceber que perdi muito tempo me preocupando com fantasmas criados por mim mesmo, o que muitas vezes, me impediam de viver plenamente.

Hoje, creio ter encontrado meu caminho. Sinto como se tivesse descido de um trem que havia tomado erroneamente, parado numa estação qualquer e esperado pelo trem com o destino certo. Estou nesse trem agora, e apesar de achar que dessa vez estou no trem correto, na verdade, antes de embarcar nele, não vi com clareza qual era seu destino, mas sabia que deveria embarcar. A vida é assim, cheia de destinos incertos, mas há sempre uma nova estação onde você pode, calmamente, descer do trem e esperar pelo próximo...

Que viajem... (risos)

Por mais que seja difícil a descoberta de ter contraído o vírus HIV, tente sempre deixá-lo em segundo plano em sua vida. Não deixe que "esse merdinha" tome conta de sua vida.

Cinco dicas essenciais para um soro-positivo (e qualquer outra pessoa) viver bem:

1-Cuide de sua saúde

2-Siga a risca as orientações de seu médico

3-Tome os medicamentos sempre nos horários corretos

4-Alimente-se bem (corpo e alma)

5-USE CAMISINHA

E acima de tudo : SEJA FELIZ! (Epa! aí já sao seis)

 



Escrito por Taner Waterfall às 00h49
[   ]




M.E.D.O.

Hoje ao voltar da faculdade, sim, esqueci de falar antes: voltei a estudar! E devo dizer, não há coisa melhor do que fazer uma faculdade, não só pelo aprendizado mas também pela vivência, e o melhor é que me fez sentir vivo!

Bem, como ia dizendo, ao chegar da faculdade me deparei com a cretina solidão!

E como sempre, não havia ninguém me esperando em casa, ninguém para compartilhar meu dia, apenas o Kevin, meu cachorro, não querendo menosprezar o pobrezinho que sempre esteve ali pra me fazer compania. O fato é que isso me deixou baqueado e até pensei em pegar o celular e desabar nos ombros do meu namorado, que mora em outra cidade...

É nessas horas que lembro-me o quão insignificante é o HIV em minha vida e que na verdade o HIV apareceu para dar uma remexida nos meus dias (risos).

Sempre tive vontade de viver um amor como nos filmes, como esse que estou assistindo enquanto escrevo. Amores intensos e sem fim. Um amor "DO COMEÇO AO FIM".

Porém, infelizmente não é assim. Não podemos escrever nossos romances, nossas paixões, pois sempre são escritos a quatro mãos o que vez ou outra acaba criando uma confusão aqui e ali, e acaba fazendo com que o romance pare de ser escrito e fique sem um final feliz e sempre terminando na compania da solidão.

Eu estou escrevendo o romance de minha vida a quatro mãos, eu e ele... Escrevemos página a página, dia-a-dia, com companheirismo, carinho e tudo mais. Estou feliz, exceto quando lembro-me de que ele mora longe.

Enfim, creio que este seja o maior medo de minha vida, o medo de chegar ao final dessa estrada sozinho. O que é uma grande besteira, afinal, nascemos solitários e solitários nos vamos... E no fim o que fica mesmo é o que vivemos no decorrer da caminhada nessa vida.

M uito mais importante do que

E sperar por um grande amor, é você

D eixar os caminhos abertos para que

O utros possam te amar...



Escrito por Taner Waterfall às 01h41
[   ]





[ ver mensagens anteriores ]